17 maio 2016

Entre nós: Encontrei meu primeiro blog


Pois é verdade, eu tive um blog em 2011 e vocês não imaginam o tamanho da minha felicidade quando sem querer encontrei meu primeiro blog essa semana. Criei ele em 2011 quando eu tinha 19 anos para poder desabafar um pouco sobre o paradigma da beleza e estética que era algo que realmente me incomodava, cheguei a publicar meu primeiro post, mas depois não consegui dar continuidade ao blog devido meus estudos.

Cinco anos se passaram, e ele ainda está online, nem to acreditando, poder reler esse post foi ótimo, estou chorando de alegria. Quero muito compartilhar esse primeiro texto com vocês, mesmo sendo algo antigo acho que ele se encaixa perfeitamente nos dias de hoje.
Os padrões de beleza de 2011
Será que o que vem ocorrendo nesta ultima década que acabou vai continuar em 2011?.Mulheres extra magras para se igualar o que as passarelas e a mídia mostram como beleza, nas lojas ou você é tamanho 38, 40 ou 42 então se for acima disso vai ter que se contentar com as poucas peças que acha, e muitas vezes fora das tendência das grandes grifes, pois falta roupa que sirva a pessoas acima das medidas padrão.
Modelos do mundo da moda a cada dia que se passa se tornam mais magras, mais doentes a ponto de morrer de desnutrição. Do outro lado as "gordinhas" tentam se encachar nesse meio, mas o que apenas conseguimos é depressão por não conseguir alcançar o desejado peso moderno. Nossas ancestrais a séculos são acostumadas a acumular peso, isto no passado até representava um sinônimo de beleza entre as mulheres por volta do século XIX. Além de que gordura nem sempre quer dizer que a pessoa está doente, há famílias que são padronizadas ter um porte maior, isso é normal na sociedades, pois não somos iguais.
Hoje estilistas usam mulheres magras tão esqueléticas que temos a impressão que querem camufla-las e apenas que suas roupas apareçam. Mas podemos ter certeza que se não exigir-se tanto das meninas que sonham serem modelos, teríamos meninas muito mais dispostas a trabalhar no ramo, e marcas com maior lucratividade, porque independente do tamanho da roupa as peças têm o seu valor, magras e gordinhas tem o mesmo direito de comprar no mundo capitalista.

Obs: Não sou escritora e sei que não passo por esses problemas citados, mas tenho visão e sei que minhas amigas passam, peço desculpa pelos erros de português mais agora me sinto mais aliviada.

Eu sei que tem muitos erros de português, porque para mim nessa época acentuação e virgula não existiam (risos!). Mas fiquei com vontade de compartilhar com vocês meus primeiros ensaios na tentativa de ser blogueira. Se quiserem conhecer meu primeiro blog é só clicar aqui. Espero que tenham gostado!! Esse texto para mim parece bem polemico, qual a sua opinião sobre o assunto??

5 comentários:

  1. Ahhh, reencontrar um blog antigo é uma coisa que só! rs, a maioria dos meus ainda estão na web, e eu gostaria de tirar por causa das postagens depressivas e suicidas, rs. Se eu conseguisse estaria evitando mortes, haha, sad history.
    Gostei do teu cantinho, malinda!
    #BGS
    Beijo!
    / www.almadepipaavoada.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não fazia ideia que o meu primeiro blog ainda era ativo, fiquei feliz de encontra-lo :D Menina quais eram o eu blog? Tenta apagar as postagens deprê

      Obrigada
      Beijoss!

      Excluir
  2. Que criativo!!! Adoro reencontrar meus blogs antigos também, da uma saudade, mas ao mesmo tempo serve de exemplo do amadurecimento e de como nossa vida foi pra frente. Adorei hahah beijão ♥

    http://sorrisosnooutono.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Samara, pensei exatamente isso, em como amadureci daquela época pra cá.

      Obrigada!

      Beijoss!

      Excluir
  3. Adorei! <3 É incrivel perceber que lá pra cá as coisas não mudaram muito, né? Ótimo post e o texto "supimpa"!
    Volto sempre que der! <3
    Beijos!
    http://clicksdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir